sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Um planeta assustador


Depois de uma viagem 
pelo espaço sideral,
o astronauta chegou 
a um planeta assustador:

Um planeta de anões e bruxas
todos muito maus.
Um planeta diferente,
onde ninguém era contente...

Um planeta sem desigualdade,
mas com muita monstruosidade.
Um planeta nada legal,
onde ninguém gostava de animal.

Sem contar com os dragões 
que rugiam como leões!...

5 comentários:

Olhos de mel disse...

Essa é minha netinha linda! Orgulho da vovó, escrevendo a cada dia mais bonito.
Saudade, beijos

São disse...

Minha querida, gostei muito de teu poema, sabes?

Um abraço apertadinho e beijinhos, também, Bia.

looking4good disse...

Olá Bia Mel! Wow... grandes dotes poéticos! E é curioso o poema envolver dragões (FC Porto) e leões (Sporting) eheheh. Eu quero um que tenha águias - o símbolo do Benfica, meu clube predilecto. Espero que tudo corra bem com você e fiquei contente de saber que está preparando a primeira comunhão no próximo ano. Eu ainda me lembro desse dia como sendo um dos mais felizes da minha vida... Hoje em que o Fado foi declarado Património Imaterial da Humanidade, envio um beijinho de amizade e votos de tudo de bom para você e familiares incluindo, naturalmente, a vóvó poetiza ehehehe

O Árabe disse...

Poxa, Bia! Fiquei até com medo desse planeta! Fiquemos aqui mesmo, na velha Terra. :) Boa semana!

Vanuza Pantaleão disse...

Mas que doçura de espaço, Bia!
E tem mel...o mel da tua inspiração...o mel que está no sangue da tia Lucinha, minha grande amiga.
Que prazer e honra receber tua visita!
Virei aqui sempre, posso? E olha que o meu tempo nesse final de ano está espremedinho, mas vou dar um jeitinho, se vou!

Hummmm, você fala de um planeta que nem dá vontade da gente descobrir qual é...mas é bom falar porque as pessoas têm que saber de tudo que se passa ao seu redor. És uma mocinha muito consciente e eu quando tinha a tua idade também queria saber de tudo.
Parabéns! Adorei mesmo!
Beijos no teu meigo coração...